Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

Confissão

Luiz Carlos Ramos 

Confissão de Pedro

Vivo há tanto tempo ao teu lado
            e nunca te olhei nos olhos.

(Silêncio)

Vivo há tanto tempo ao teu lado
            e nunca ouvi tua voz.

(Silêncio)

Vivo há tanto tempo ao teu lado
            e nunca te estendi a mão.

(Silêncio)

Vivo há tanto tempo ao teu lado
            e nunca te cumprimentei com um sorriso.

(Silêncio)

Vivo há tanto tempo ao teu lado
            e nunca te dei um abraço.

(Silêncio)

Vivo há tanto tempo ao teu lado…
            mas hoje quero olhar-te nos olhos,
            ouvir tua voz, estender-te a mão,
            trocar um sorriso, dar-te um abraço.

A partir de hoje ofereço-te
            um ouvido atento
            e um coração aberto.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: