Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

Confissões da Unidade (2)

[Unidade na Luta]

Peço perdão por querer excluir,
sendo eu mesmo um/a excluída/o.

TORNA-ME O QUE REALMENTE SOU.

Peço perdão por destruir a natureza,
sendo eu a própria natureza.

TORNA-ME O QUE REALMENTE SOU.

Peço perdão por ferir quem é diferente,
sendo eu a/o diferente.

TORNA-ME O QUE REALMENTE SOU.

Peço perdão por magoar outras raças,
sendo eu parte dessas raças.

TORNA-ME O QUE REALMENTE SOU.

Peço perdão por impedir a dignidade das gentes,
sendo eu tão carente e indigno

TORNA-ME O QUE REALMENTE SOU.

Peço perdão por condenar os que lutam por seus direitos,
sendo eu o maior beneficiário de suas conquistas.

TORNA-ME O QUE REALMENTE SOU.

Peço perdão por privar do conforto meninos e velhos, meninas e mães,
sendo eu mesmo criança, velho e mãe entre eles.

TORNA-ME O QUE REALMENTE SOU:
A TUA IMAGEM, A TUA SEMELHANÇA.

Luiz Carlos Ramos
2002

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: