Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

Estrelas

estrela

. . .

Amavam-se
A estrela do mar e a estrela ao luar

Mas uma nuvem ciumenta
Envolveu esse amor em tenebrosa tormenta
E já não podiam se ver
A estrela do mar e a estrela ao luar

Até que veio em socorro uma brisa ligeira
Que bem sorrateira soprou para longe a bruma agourenta
E as estrelas puderam de novo
Trocar confidências à luz do luar

Incomodada, uma onda invejosa avançou para a praia
E cobriu com espuma a estrela do mar
Só que a lua do céu com suas cordas de luz
Devolveu a onda abusada p’ro fundo do mar.

E a estrela do céu e a estrela do mar
Rolaram de amor à luz do luar

Luiz Carlos Ramos
1.° de outubro de 2016

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: