Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

Experiência religiosa dos irmãos Wesley


charlesandjohnwesley

Poucos sabem que Charles Wesley teve sua experiência do “coração aquecido” três dias antes (num dia de Pentecostes) da do seu irmão John. Na verdade, pelo que consta, foi o testemunho entusiasmado de CW que predispôs JW para o que haveria de acontecer no dia 24 de maio de 1738.

Charles Wesley

Em 21 de maio de 1738, ocorre a conversão evangélica de Charles Wesley. Enfermo, com pleurisia, e em crise espiritual, Charles encontra-se na casa de John Bray a quem descreve como “um mecânico pobre e ignorante, que nada conhece a não ser Cristo; embora, por conhecê-lo, conhece e discerne todas as coisas”. Nesse singelo ambiente, a leitura do comentário de Lutero aos Gálatas o instrui sobre o viver pela fé. Na noite anterior, ouvira provavelmente a voz da irmã de Bray, dizendo: “Em nome de Jesus de Nazaré, levanta e crê, e você será curado de todas as suas enfermidades”. Na manhã seguinte, domingo de Pentecostes, escreveu: “Eu agora me encontrava em paz com Deus e me regozijava na esperança do amor de Cristo”, três dias antes da mais bem conhecida experiência de John Wesley. Nessa ocasião, compõe o seu primeiro hino: “De onde minha alma errante começará?” (Where shall my wondering soul begin?). [Da linha do tempo da vida de Charles Wesley elaborada por José Carlos de Souza, publicada no Anuário Litúrgico 2007. São Bernardo do Campo: Editeo, 2007. p. 21-29]

.
John Wesley

À noite [do dia 24 de maio de 1738], fui muito de má vontade até uma Sociedade, na Rua Aldersgate, onde a pessoa estava lendo o prefácio de Lutero à Epístola aos Romanos. Por volta de quinze para as nove, enquanto ele estava descrevendo as mudanças que Deus opera no coração, pela fé em Cristo, eu senti meu coração estranhamente aquecido. Senti que confiei em Cristo – Cristo apenas, para a salvação; e uma garantia me foi dada que tinha de que ele tinha tomado meus pecados, até mesmo os meus, e tinha me salvo da lei do pecado e da morte. Comecei a orar com todas as minhas forças por aqueles que tiveram, de uma maneira mais especial, rancorosamente me usado e perseguido. Então, testemunhei abertamente a todos o que eu agora, pela primeira vez, sentia em meu coração. [Do Diário de Wesley, 24 de maio de 1738]

 

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: