Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

“Fora do rosal”

Luiz Carlos Ramos
(para Ana Paula)

Era uma vez uma menininha que aprendera a cantar uma linda canção que dizia:

“Borboleta pequenina que vem para nos saudar
Venha ver cantar o hino que hoje é noite de natal

“Eu sou uma borboleta pequenina e feiticeira
ando no meio das flores procurando quem me queira…”


A esta altura da música, seu pai, zombeteiro, a interrompia, exclamando:
“— Eu quero, eu quero, eu quero!”

Então a menina parava, punha as mãos na cinturinha e protestava:
“— Não, pai, não é assim!”

E continuava a cantar…

“Borboleta pequenina saia fora do rosal
Venha ver quanta alegria que hoje é noite de natal

 “Borboleta pequenina venha para o meu cordão
Venha ver cantar o hino que hoje é noite de natal

“Eu sou uma borboleta pequenina e feiticeira
ando no meio das flores procurando quem me queira…”

E novamente o pai a interrompia, entusiasmado:
“— Eu quero, eu quero, eu quero!”

Então, a menininha se rendia e dizia:
“— Ah! pai…”
… e os dois trocavam um abraço apertado.

Hoje, essa menininha é uma moça. E está de partida para os rosais de outra América. Ao me despedir dela, entreguei-lhe uma rosa vermelha e lhe disse:

“— Boa viagem, filhota! Seja feliz! E volte sempre… porque aqui sempre haverá quem lhe queira! Amo você!”

Ana Paula

 

Creative Commons License
“Fora do rosal” by Luiz Carlos Ramos is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.

Um comentário

  1. Com uma linda bênção desta e com um paizão deste certamente a Ana vai ser muito feliz! 🙂

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: