Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

Saberes e sabores da sabedoria

Publicado by on 15, ago, 2018 | 0 comentários

Creio na Sabedoria divina cuja casa está edificada sobre as colunas inabaláveis da Justiça e do Direito, da Bondade e da Ternura, da Sensatez e da Paz, e acima de tudo sobre a coluna do Amor.

Ler mais

Cristo, Pão da Vida

Publicado by on 1, ago, 2018 | 0 comentários

Em Cristo, conhecemos não somente o Deus que come e que dá de comer, como o Deus que se oferece, ele mesmo, como Pão da Vida.

Ler mais

O dogma mata, mas o poema vivifica

Publicado by on 25, maio, 2018 | 0 comentários

Ah, que lição! Jesus não oferece dogmas, mas poemas. Porque sem poesia não é possível nascer de novo. Sem poesia ninguém tira água viva do poço da eternidade.

Ler mais

O pastor e o boiadeiro

Publicado by on 20, abr, 2018 | 2 comentários

Caminhar à frente implica em ser o primeiro a enfrentar os perigos, ter de abrir caminho e afastar espinhos, significa portanto, ser exemplo, dar os primeiros passos e abrir passagem rumo à libertação.

Ler mais

Quem nos revolverá a pedra?

Publicado by on 27, mar, 2018 | 1 comentário

É curioso que junto a estes eventos, todos relacionados a testemunhos humanos – notavelmente femininos! – esteja também a questão da pedra retirada da entrada da tumba. Por que precisava ela ser registrada aqui?

Ler mais

Liturgia da Paixão

Publicado by on 19, mar, 2018 | 1 comentário

A Caminho da Páscoa | Liturgia da Paixão, 2016 | 2018

«No abraço dos teus braços morre o meu medo de morrer.»

Ler mais

O maior dentre os menores versículos

Publicado by on 9, mar, 2018 | 0 comentários

O núcleo da história da salvação é Jesus Cristo, e o núcleo do núcleo é o Mistério Pascal. Assim também pode ser definida a passagem de João 3.16, como o Evangelho dentro do Evangelho…

Ler mais

A caminho da Páscoa

Publicado by on 16, fev, 2018 | 0 comentários

Oração–jejum–esmolas serão os sinais da nossa reconciliação com Deus, conosco mesmos e com o próximo.

Ler mais

Cinzas

Publicado by on 14, fev, 2018 | 0 comentários

Dizem que “humano” vem de “húmus”, a matéria orgânica depositada no solo, resultante da decomposição de animais e plantas mortas, e de seus subprodutos ou produzida por minhocas. De modo que não parece ser motivo de muito orgulho dizer-se humano.

Ler mais