Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

A libertação da mulher encurvada

O Evangelho deste domingo (Lucas 13.10-17) narra o episódio no qual Jesus liberta uma mulher que vivera encurvada por 18 anos. O dia da semana, o gênero da pessoa, o gesto de Jesus, a reação das pessoas… dão o que pensar.

 «Num sábado» 

A libertação da mulher encurvada aconteceu num sábado, que é dia sagrado de descanso dedicado ao serviço de Deus. Mesmo os mais humildes tem o direito de um dia de descanso e de poder buscar alento para a sua fé e a sua esperança. Mas há quem queira usar esse dia para encurvar ainda mais as pessoas com pesados encargos. 

«Jesus estava ensinando numa das sinagogas.» 

A libertação da mulher encurvada aconteceu numa sinagoga, que é um desses lugares de encontro reservados para a manter viva a memória dos grandes feitos do Deus libertador. 

«Jesus a chamou e lhe disse: — Mulher, você está liberta da sua enfermidade.» 

A libertação da mulher encurvada aconteceu por iniciativa de Jesus, que jamais permanece indiferente ao sofrimento humano. Invisível para a sociedade por 18 anos, aquela mulher não era invisível para Deus.

«E, impondo-lhe as mãos, ela imediatamente se endireitou» 

A libertação da mulher encurvada aconteceu acompanhada de um gesto de carinho e afeto, decorrente de verdadeiro respeito pela sua dor e compaixão pelo seu sofrimento. 

«O chefe da sinagoga ficou indignado por ver que Jesus curava no sábado» 

A libertação da mulher encurvada, que aqui representa todos os oprimidos, irrita profundamente boa parte daqueles que, para manter privilégios, distorcem as leis, apegando-se à letra, anulam o espírito dessas leis. 

«Hipócritas! Vocês não libertam do estábulo, no sábado, o seu boi ou o seu jumento, para levá-lo a beber?» 

A libertação da mulher encurvada expõe a hipocrisia daqueles que são capazes se preocupar mais com suas propriedades do que demonstrar compaixão pelo ser humano. 

«Os seus adversários ficaram envergonhados. Entretanto, o povo se alegrava» 

Todo ato libertador é motivo de vergonha para os hipócritas, mas motivo de alegria para os que têm o coração transbordante do amor libertador de Deus que se materializa no amor solidário para com o próximo. 

Luiz Carlos Ramos
Para o Décimo Primeiro Domingo após Pentecoste | Ano C, 2019: Lucas 13.10-17

Crédito da imagem 

LUMO Project // All rights reserved // Educational use only
  1. These images are the copyright of the LUMO project (Big Book Media) and distributed for free download, under license exclusively by FreeBibleimages for teaching purposes only. All rights reserved.
  2. Images can be used in educational presentations, blogs and social media with attribution to www.LumoProject.com.
  3. These images are not licensed for re-use in video, publishing or other media and cannot be sold under any circumstances or used in any format for commercial gain. As the LUMO project produces its own publishing, photos cannot be licensed to other clients outside of FreeBibleimages.org.
  4. You cannot redistribute this set of images online but you can create a link to the relevant page on FreeBibleimages.org to allow others to download these images under the same Terms of Download.
  5. Downloaded pictures can be used in the retelling of Bible stories and narrative that are faithful to the Biblical account. They are not to be used in any context where the accompanying message is undermining of the Christian faith and gospel.

Um comentário

  1. fantástico esse texto e as considerações do revdo Luiz… sempre muito oportunas. abraço fraterno

Deixe uma resposta para Lisete Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: