Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

“Ernesto”

Poema de Jonas Rezende, em “Colarinho de padre”, p. 121
Alocução: Luiz Carlos Ramos (0:56)

Ernesto

Um comentário

  1. … tenho esse texto, Luiz. Conheci na pesquisa do mestrado… magnífico.
    Que bom sentir tua sensibilidade tão aguçada.
    Continue assim, nos inspirando e nos ensinando a sentir…
    Abraço

Deixe uma resposta para Nilson Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: