Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

Os maus, os indiferentes e os bons

Mendigo ou morador de rua na Praça da Sé. Reg. 230-16 – foto Cecília Bastos/Usp Imagens – Creative Commons

A conhecida parábola registrada em Lucas 10.25-34 descreve o comportamento de três categorias de pessoas:

1. Os maus — chamados ali de salteadores: são os truculentos que ameaçam, defraudam, agridem e matam. São os causadores de injustiças.

2. Os indiferentes — chamados ali de sacerdotes e levitas: são os isentos, os que se mantém à distância, que não se envolvem e, por serem coniventes, acabam por se tornar cúmplices dos maus. São os legitimadores e perpetuadores das injustiças.

3. Os bons — chamados ali de samaritano: esses são os que se importam, se achegam, se envolvem, se comovem e se comprometem. Esses são os que tornam o mundo melhor, mais seguro, mais solidário, mais justo.

O salteador, o sacerdote, o levita ou o samaritano, qual deles foi o mais humano?

Rev.  Luiz Carlos Ramos
Para o Sexto Domingo após Pentecostes | Ano C, 2019

Um comentário

  1. Que mensagem inspiradora, Luiz Carlos!

    Prof. Sérgio Marcus Pinto Lopes
    Tradutor e Intérprete

Deixe uma resposta para Sérgio Marcus Pinto Lopes Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: