Menu de navegação de página

T e x t o s & T e x t u r a s

Coisas de Deus e coisas dos homens

Saia da minha frente, Satanás! Porque você não leva em consideração as coisas de Deus, e sim as dos homens.(Mc 8.33 NAA)

Depois da cristológica declaração de Pedro: “Tu és o Cristo”, Jesus explica que tipo de “Cristo” ele era:

Segundo o vers. 31, Jesus era o tipo de Messias tipificado no capítulo 53 do profeta Isaías, que haveria de sofrer muito, ser rejeitado pelas autoridades, perseguido pelos religiosos e desprezados pelos magistrados, e que, ainda, seria por eles barbaramente assassinado.

Por que Jesus dá essas explicações? Ora, porque Pedro e seus discípulos tinham uma ideia muito diferente do que seria um verdadeiro Cristo/Messias.

O Messias de Pedro e seus companheiros deveria ser poderoso, aclamado e bajulado pelas autoridades; deveria ser capaz de fazer sofrer, mas não sofrer na mão dos inimigos (leia-se: os gentios em geral e os romanos em especial).

Por isso é compreensível que Pedro não se convencesse da explicação dada por Jesus, e quisesse, por meio de severa repreensão, convencer o Mestre de que ele deveria optar por uma versão messiânica mais gloriosa.

O resultado da tentativa de “repreensão” de Pedro resulta numa das reações mais duras e dramáticas por parte de Jesus: “— Saia da minha frente, Satanás!”

Sim, Pedro e todos aqueles e aquelas que colocam os próprios interesses acima dos de Deus, são “satanases”, adversários, inimigos de Cristo.

Isso nos serve de advertência: Que os próprios cristãos podem se tornar os maiores inimigos de Cristo e de seu Evangelho, se não souberem discernir os valores de Deus das cobiças e ganâncias humanas.

Rev. Luiz Carlos Ramos
Por uma Igreja de corações abertos, mentes abertas e braços abertos.

Para o Décimo Sétimo Domingo da Peregrinação após Pentecostes
| Ano B, 2018

Imagem: Pixabay
– CC0 Creative Commons
– Grátis para uso comercial – Atribuição não requerida

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: